Edição digital
PUB
Hipersuper - Edição janeiro 2024

Hipersuper – Edição janeiro 2024

Distribuição

Leia a edição 419

“É fundamental que as nossas empresas não percam o seu lugar na cadeia de abastecimento, porque quem não cumprir as exigências vai estar fora”. Quem o diz é Deolinda Silva, diretora executiva do PortugalFoods, na entrevista  que está em destaque na edição 419 do Hipersuper.  Capacitar as empresas para a sustentabilidade e o cumprimento das regras ESG é um grande desafio mas também um caminho sem retorno para a indústria agroalimentar nacional, alerta Deolinda Silva, que explica nesta entrevista quais os principais desafios a ultrapassar, fala sobre exportação e revela o plano de atividades da PortugalFoods para 2024.

Hipersuper
Hipersuper - Edição janeiro 2024

Hipersuper – Edição janeiro 2024

Distribuição

Leia a edição 419

“É fundamental que as nossas empresas não percam o seu lugar na cadeia de abastecimento, porque quem não cumprir as exigências vai estar fora”. Quem o diz é Deolinda Silva, diretora executiva do PortugalFoods, na entrevista  que está em destaque na edição 419 do Hipersuper.  Capacitar as empresas para a sustentabilidade e o cumprimento das regras ESG é um grande desafio mas também um caminho sem retorno para a indústria agroalimentar nacional, alerta Deolinda Silva, que explica nesta entrevista quais os principais desafios a ultrapassar, fala sobre exportação e revela o plano de atividades da PortugalFoods para 2024.

Hipersuper
Sobre o autor
Hipersuper
Artigos relacionados
Grupo Garland cria nova empresa para acelerar alfandegamento
Exportação
Cerveja Sagres brinda ao verão com nova campanha
Bebidas
Compal da Horta cria site ‘Conservas sem rodeios’ para valorizar as conservas em lata
Alimentar
Madeirense Ana Camacho vence a primeira edição de “Mistura Beirão”
Bebidas
Mistura Beirão
Inflação leva consumidores a planear poupar nos saldos de verão
Retalho
Grupo Boticário reforça presença em Portugal com o primeiro Boticário LAB fora do Brasil
Retalho
O Boticário Lab
Gonçalo Coelho de Carvalho é o novo diretor comercial e de marketing da Adico
Não Alimentar
Digidelta investe 3,4 milhões na fábrica Decal 4.0 em Torres Novas
Não Alimentar
Bom Petisco com novidade: posta de atum em molho de escabeche
Alimentar
Bom Petisco continua a apostar na inovação
Porto vai receber a XVII Reunião Mundial de Direito Aduaneiro
Logística

Já pode ler a edição de janeiro do Hipersuper

Hipersuper - Edição janeiro 2024

“É fundamental que as nossas empresas não percam o seu lugar na cadeia de abastecimento, porque quem não cumprir as exigências vai estar fora”. Quem o diz é Deolinda Silva, diretora executiva do PortugalFoods, na entrevista  que está em destaque na edição 419 do Hipersuper.  Capacitar as empresas para a sustentabilidade e o cumprimento das regras ESG é um grande desafio mas também um caminho sem retorno para a indústria agroalimentar nacional, alerta Deolinda Silva, que explica nesta entrevista quais os principais desafios a ultrapassar, fala sobre exportação e revela o plano de atividades da PortugalFoods para 2024.

Em destaque
“A IA generativa já está (e vai continuar) a impulsionar o setor de retalho”. Nesta edição falamos muito de Inteligência Artificial. Mostramos como está a mudar a forma de pensar o mundo dos negócios e como é que as empresas esperam que os seus serviços se tornem mais eficientes e inovadores.

Emoção
A 15 de janeiro, a Lusiteca celebrou 56 anos de fundação. O rótulo ‘marca de emoção’ adequa-se perfeitamente a esta empresa 100% portuguesa e familiar, responsável por duas marcas icónicas que acompanham os consumidores há gerações: as pastilhas Gorila e os caramelos Penha. “É importante que as pessoas olhem para as marcas e sintam um carinho por elas, como se fossem suas”, sublinha Luís Filipe Brandão, CEO da Lusiteca, em entrevista ao Hipersuper. E, claro, não podíamos deixar de visitar a fábrica da Lusiteca. Vale a pena ler.

Produção
Conheça os vencedores da nona edição do Prémio Intermarché Produção Nacional. São produtos que comprovam a excelência, a inovação e a cada vez maior preocupação das empresas com a sustentabilidade na produção nacional.

Inovação
Inovar é, cada vez mais, um fator diferenciador. São incontáveis as áreas nas quais a inovação significa ganhos para as empresas. No caso da Yogoody, passou por desenvolver uma alternativa ao iogurte tradicional, sem necessidade de refrigeração e com um prazo de validade mais alargado, como revela Anabela Ferreira, fundadora da empresa.

Exportação
A Lisbon Food Affair regressa à FIL de 4 a 6 de fevereiro e até ao fecho desta edição já tinha confirmada a presença de importadores de mais de 30 países de quatro continentes. A nível nacional, 48% das empresas inscritas participam pela primeira vez e representam vários setores. O Hipersuper conversou com Marina Calheiros, Gestora Coordenadora da Lisbon Food Affair, que faz uma antevisão da segunda edição do marketplace que agrega a oferta alimentar e bebidas.
Também fomos conversar com Gonçalo Santos Andrade, presidente da Portugal Fresh, associação que representa cerca de 50% das exportações nacionais de frutas, legumes e flores, que volta a marcar presença na Fruit Logistica 2024, em Berlim, que este ano acontece de 7 a 9 de fevereiro. “A Fruit Logistica continua a ser um dos eventos mais importantes para o setor”, afirma.

Panificação e padaria
A conveniência, a preocupação com a saúde, o preço e a sustentabilidade vão marcar o ano no setor da panificação e pastelaria, uma categoria onde a inovação marca a diferença. Fomos ouvir alguns dos principais players deste setor.

Sustentabilidade
A indústria transformadora é o alvo principal do roteiro para a descarbonização do setor agroalimentar que será apresentado em setembro de 2024 por um consórcio constituído pela PortugalFoods, a InovCluster e a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada. Apresentamos nesta edição os nove objetivos deste plano.

Comércio
A produção artesanal, a oferta internacional e o atendimento personalizado, são os argumentos diferenciadores da Queijaria do Monte. Diana Mello, co-fundadora da loja especializada em queijo, está à procura de um espaço para abrir mais uma loja em Lisboa. Fomos conhecer melhor este projeto.

Recrutamento
Procuram-se perfis empáticos, analíticos e tecnológicos. Estas são as tendências de recrutamento no retalho, as competências exigidas e as funções com mais vagas em aberto. Com a ajuda das consultoras de recursos humanos, juntámos ainda os ingredientes de uma boa estratégia de atração e retenção de talento. Não deixe de ler este artigo.

Opinião e tendências
Nesta edição pode ainda ler a opinião de Diana Neves Carvalho, head of industry practice da NTT DATA Portugal, Dina Duarte, diretora geral da Montiqueijo, Sara Monte e Freitas partner da Monte e Freitas Expense Reduction Analysts, Ricardo Henriques, José Maria Alves Pereira, Leonor Sá e Frade, sócio, associado sénior e advogada estagiária da Abreu Advogados, Vitor Ribeiro Gomes, CEO da Pendular, Maria Dias, expert manager – sales & marketing at Randstad Portugal, Ricardo Galante, principal analytics & artificial intelligence advisor do SAS Portugal, José Pedro Fernandes, vice-presidente da SiSQUAL WFM, David Lacasa, partner da Lantern e Anders Billesø Beck, vice-presidente de estratégia e inovação da Universal Robots.
Também a habitual análise da Kantar por Andreia Carvalho, advanced analytics director.

Obrigada
Ainda nesta edição um momento feliz: festejamos mais um aniversário com uma boa notícia ao ser novamente distinguidos com o Prémio Cinco Estrelas, na categoria “Comunicação Social: Comércio e Indústria”.
São 34 anos que merecem ser festejados. E este prémio, que chega depois de um ano desafiante como foi 2023, ainda nos dá mais força para o futuro. Ter objetivos claros, trabalhar de forma eficiente e manter o rigor, mesmo diante dos desafios, faz a diferença. Estamos a celebrar não apenas o resultado final que chega aos nossos leitores, mas também a determinação, a seriedade e o respeito que nos permitiram superar todas as dificuldades que surgiram no caminho. É muito gratificante ver o nosso trabalho reconhecido.

Artigos relacionados
Grupo Garland cria nova empresa para acelerar alfandegamento
Exportação
Cerveja Sagres brinda ao verão com nova campanha
Bebidas
Compal da Horta cria site ‘Conservas sem rodeios’ para valorizar as conservas em lata
Alimentar
Mistura Beirão
Madeirense Ana Camacho vence a primeira edição de “Mistura Beirão”
Bebidas
Inflação leva consumidores a planear poupar nos saldos de verão
Retalho
O Boticário Lab
Grupo Boticário reforça presença em Portugal com o primeiro Boticário LAB fora do Brasil
Retalho
Gonçalo Coelho de Carvalho é o novo diretor comercial e de marketing da Adico
Não Alimentar
Digidelta investe 3,4 milhões na fábrica Decal 4.0 em Torres Novas
Não Alimentar
Bom Petisco continua a apostar na inovação
Bom Petisco com novidade: posta de atum em molho de escabeche
Alimentar
Porto vai receber a XVII Reunião Mundial de Direito Aduaneiro
Logística
Exportação

Grupo Garland cria nova empresa para acelerar alfandegamento

O Grupo Garland criou a Garland Customs Solutions. A nova empresa do grupo surge com um capital social de 100 mil euros.

O Grupo Garland ciente de que os processos alfandegários costumam ser um dos maiores desafios para quem importa e exporta dentro e fora do território aduaneiro, com mercadorias retidas, documentação extra ou cobrança de taxas desconhecidas, criou a Garland Customs Solutions, que surge com um capital social de 100 mil euros.

Esta nova empresa surge com o objetivo de tratar o processo alfandegário de empresas e pessoas singulares em seu nome, assim como prestar consultoria aos clientes, com esclarecimentos de dúvidas sobre classificação aduaneira, origem das mercadorias, regimes, cálculos de imposições, entre outras.

A Garland Customs Solutions avança em comunicado que formou um despachante oficial e investiu ainda em todo o software inerente à atividade, dispondo também de um armazém alfandegado, que permite assim englobar um serviço de transporte de mercadorias com todos os processos relacionados com o cliente, sem que este tenha de tratar com mais nenhuma empresa.

Esta empresa também facilitará a interligação entre as empresas do Grupo existentes, sendo que a que mais beneficiará será a Garland Transport Solutions.

“A criação de uma nova empresa, representa sempre uma nova aposta, neste caso num novo mercado. Em relação ao Grupo Garland, esta empresa para além de ter um crescimento próprio, externalizado, irá responder também às necessidades internas, já existentes”, explica Giles Dawson, administrador do Grupo Garland e CEO da Garland Transport Solutions. “Este ano será de crescimento controlado, onde prevemos não suprimir, ainda, as necessidades internas do Grupo a 100%”, acrescenta.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Bebidas

Cerveja Sagres brinda ao verão com nova campanha

“Se o Verão puxa por ti, agarra-te a uma Sagres” é o mote da Cerveja Sagres para a nova campanha multimeios.

tagsSagres

“Se o Verão puxa por ti, agarra-te a uma Sagres” é o mote da Cerveja Sagres para a nova campanha multimeios, que recorda os bons momentos das férias e a energia positiva característica da marca, que vai bem em qualquer altura, seja em formato imperial, lata ou garrafa, e sempre fresquinha.

A campanha irá para o ar esta segunda-feira em TV e digital, e gradualmente em exterior, reforçando a visibilidade em regiões com elevada afluência turística e acompanhando os consumidores nas zonas mais ‘quentes’ do verão, como o Algarve.

A Sagres sublinha que as novidades não se ficam por aqui: há novos passatempos com Inês Ayres Pereira, Tiago Teotónio Pereira, Carlão, Raminhos e Cândido Costa, embaixadores da marca, a dar a conhecer a variedade de ofertas que podem ganhar no clube online da marca, que incluem mini frigoríficos, chapéu de sol, bilhetes e camisolas autografadas.

Até 30 de setembro, sempre que os consumidores comprarem Cerveja Sagres ganham pontos que podem ser trocados por prémios e experiências únicas no Clube Sagres. Para isso, apenas necessitam de submeter as faturas e consultar o regulamento.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Alimentar

Compal da Horta cria site ‘Conservas sem rodeios’ para valorizar as conservas em lata

Com uma equipa de especialistas dedicada ao tema, a Compal da Horta pretende dinamizar conteúdos informativos para esclarecer e pôr em destaque “a naturalidade, a conveniência e o sabor das conservas em lata”.

A Compal da Horta, marca da Sumol Compal dedicada à produção de conservas de vegetais está a lançar o site ‘Conservas sem rodeios’, que quer divulgar os benefícios das conservas de vegetais.

“As conservas em lata estão envoltas em alguns mitos, mas Compal da Horta promete colocar tudo em pratos limpos. A partir de agora, a marca de referência em produtos alimentares de alta qualidade aposta numa nova estratégia onde a missão é só uma: alimentar a conversa em torno dos benefícios das conservas de vegetais”, explica a marca.

Com uma equipa de especialistas dedicada ao tema, a Compal da Horta vai dinamizar conteúdos informativos para esclarecer e pôr em destaque “a naturalidade, a conveniência e o sabor das conservas em lata”.

O primeiro canal que reflete esta nova aposta de Compal da Horta nasce com a renovação do site, agora com uma área totalmente dedicada à categoria de vegetais e produtos de tomate. Em ‘Conversas sem Rodeios’, a marca esclarece cinco mitos associados às leguminosas em conserva, no novo separador ‘Mitos e Verdades’.

“Queremos promover conversas (ou como alternativa, promover mais informação) sobre as conservas, contar toda a sua verdade. E não temos nada a esconder. Acreditamos que, desta forma, vamos conseguir contribuir com informação útil e envolver as pessoas nesta missão de aumentar o consumo das leguminosas e tirar o melhor partido das soluções em conserva”, conclui Joana Ferreira, marketing manager da Sumol Compal.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Mistura Beirão
Bebidas

Madeirense Ana Camacho vence a primeira edição de “Mistura Beirão”

A madeirense Ana Camacho venceu a primeira edição “Mistura Beirão”, programa promovido pelo Licor Beirão e pela TVI, conquistando uma vaga no prestigiado Curso Avançado de Bartending, em Nova Iorque.

A final, apresentada por Maria Cerqueira Gomes e Rui Simões, contou com os jurados Fernão Gonçalves e Jaime Montegomery, e a presença especial da convidada Fernanda Serrano, que anunciaram o nome de Ana Camacho como a grande vencedora deste concurso.

Ana Camacho, de 37 anos, vive atualmente em Barcelona, onde trabalha no Paradiso, reconhecido como o Melhor Bar do Mundo em 2022.

“A vitória em ‘Mistura Beirão’ é uma grande honra e uma validação de todo o trabalho e dedicação que tenho investido na mixologia,” disse Ana Camacho, citada em comunicado. “O universo dos cocktails está a conquistar cada vez mais adeptos no mundo inteiro, especialmente em cidades como Londres e Barcelona. É ótimo ver Portugal a apostar nesta área e quero agradecer à Licor Beirão a audácia de dar a conhecer ao público em geral, em prime time na TV, a arte da mixologia. Atualmente, um bartender tem de ser quase químico ou alquimista já que existem milhares de combinações que possibilitam criar cocktails que se destacam e surpreendem.”, acrescenta.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Retalho

Inflação leva consumidores a planear poupar nos saldos de verão

Segundo o Top Global Consumer Trends 2024, o impacto da inflação fez com que os consumidores estejam a poupar mais nos saldos de verão.

A época dos saldos de verão 2024 prolonga-se até ao mês de setembro e permite aos consumidores adquirir produtos e serviços com as promoções da estação.

Mas de acordo com o Top Global Consumer Trends 2024, da Euromonitor International, 44% dos consumidores procuram este ano poupar mais, impactados com os níveis de inflação. E 74% assume estar preocupados com o atual custo de vida.

“Ainda assim, estes consumidores, em época de saldos, são aqueles que procuram as melhores ofertas sem nunca descurar a qualidade e eficiência dos produtos”, indica o estudo da Euromonitor.

A Webloyalty subinha, porém, que do ponto de vista dos retalhistas, a época de saldos pode ser desafiante, com os consumidores “cada vez mais exigentes e atentos no momento de compra”. Para acompanhar o comportamento dos clientes, e até mesmo antecipá-lo, a Euromonitor considera o retail media “uma ferramenta poderosa para impulsionar as marcas e os seus produtos”.

Com base no estudo, 29% dos consumidores revelaram estar dispostos a que os retalhistas consigam rastrear as suas emoções e personalizar a sua experiência de compra de acordo com o seu estado emocional no momento.

Importância do retail media

“O retail media apresenta-se como uma ajuda importante para os retalhistas na época de saldos, uma vez que permite às empresas estarem um passo à frente dos seus concorrentes. Para além disso, a colocação da publicidade no momento ideal otimiza o processo e os resultados do retail media, criando um fluxo de receitas adicional que possibilita compensar a venda de produtos com margens baixas nesta época”, afirma Eduardo Esparza, VP general manager da Webloyalty Ibéria & Brasil.

A multinacional especializada em geração de receitas adicionais, através do desenvolvimento de soluções de retaill media, defende que nesta época de saldos de verão, as empresas podem encontrar nesta estratégia de marketing e vendas, uma solução 360. “Uma vez que as campanhas que este desenvolve, para além de trazerem dados revelantes sobre o impacto da comunicação e da publicidade, permitem aos retalhistas otimizar os descontos e a sua eficácia de vendas tanto no presente, como no futuro, aumentando a sua rentabilidade num ambiente comercial cada vez mais competitivo”, acrescenta.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

O Boticário Lab
Retalho

Grupo Boticário reforça presença em Portugal com o primeiro Boticário LAB fora do Brasil

O Grupo Boticário reforça a sua presença em Portugal e reafirma o seu compromisso com a sustentabilidade ao abrir a primeira loja O Boticário LAB fora do Brasil no CascaiShopping.

Concebida para evidenciar ainda mais a sustentabilidade, a  nova loja reflete os fortes compromissos de ESG do Grupo Boticário, trazendo a inovação e o respeito pelo meio ambiente para o território português.

Com um investimento de cerca de 200 mil euros, valor significativamente superior aos 90 mil euros normalmente investidos numa loja O Boticário, a nova loja tem 59m²  e apresenta uma comunicação visual centrada na sustentabilidade, evidenciando a história da empresa e suas iniciativas ecológicas.

“Trazer o conceito do Boticário LAB para Portugal, com uma abordagem orientada para a sustentabilidade, é um sonho tornado realidade. Estamos entusiasmados em ver esta visão concretizada na abertura da primeira loja O Boticário LAB no país. As nossas preocupações ambientais são de longa data e quem conhece o Grupo Boticário sabe da nossa dedicação ao planeta. Queremos que as nossas lojas reflitam, cada vez mais, essa mesma dedicação, mostrando que os nossos compromissos de sustentabilidade vão além dos produtos, estendendo-se também para o design e operação das lojas”, diz Rossana Gama, country manager do Grupo Boticário em Portugal.

 O espaço foi projetado com materiais ecológicos como o ecocero, derivado de plásticos PET, e o polygood, feito de plásticos reciclados. A decoração floral é composta por plantas reais e de fácil manutenção, enquanto a fachada foi construída a partir de 280 garrafas recicladas, e as prateleiras são feitas de polygood. As paredes foram pintadas com tintas à base de água, e a escultura da pia foi criada com materiais 100% recicláveis.

Todos os produtos vendidos na loja têm certificação FSC ou GOTS, assim como as embalagens, papéis, caixas e sacos de pano. A loja também conta com telas digitais e um espaço dedicado ao “Boti Recicla”, o maior programa de reciclagem do Brasil. Além disso, O Boticário LAB oferece uma área para exposição de produtos em formato de refil, permitindo que os consumidores adquiram os seus produtos favoritos de forma mais ecológica.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Não Alimentar

Gonçalo Coelho de Carvalho é o novo diretor comercial e de marketing da Adico

“Estou muito entusiasmado com este novo desafio. Tratando-se de uma marca com mais de 100 anos e com presença em todo o mundo, será extremamente desafiante contribuir para o seu contínuo reconhecimento, fortalecimento e crescimento” afirma Gonçalo Coelho de Carvalho.

tagsAdico

A Adico nomeou Gonçalo Coelho de Carvalho como o seu novo diretor comercial e de marketing.

Licenciado em Arquitetura pela ESAP, Gonçalo Coelho de Carvalho possui uma pós-graduação em Gestão Imobiliária pela FEP, um Executive MBA pela Católica/ESADE e um Doutoramento em Gestão Empresarial Aplicada pelo ISCTE com tese em estratégia no canal do retalho. A sua carreira começou no setor das vendas com o Grupo SOTECNISOL, após o qual passou cinco anos na multinacional grega FIBRAN, onde foi responsável pelo departamento de Marketing e Vendas. Em 2013, assumiu a liderança do Marketing da multinacional suíça SIKA em Portugal, cargo que ocupou durante nove anos, acumulando, nos últimos três anos, a Direção de Building Finishing. Mais recentemente, tem trabalhado como consultor em estratégia e crescimento de negócios e como professor universitário.

“Estou muito entusiasmado com este novo desafio. Tratando-se de uma marca com mais de 100 anos e com presença em todo o mundo, será extremamente desafiante contribuir para o seu contínuo reconhecimento, fortalecimento e crescimento. Estou confiante de que, com a talentosa equipa Adico, alcançaremos grandes sucessos”, refere Gonçalo Coelho de Carvalho em comunicado.

Miguel Carvalho, diretor geral da Adico, destaca o perfil e a experiência profissional do novo diretor, como os fatores essenciais para esta nomeação. “Estamos muito satisfeitos com a entrada do Gonçalo Coelho de Carvalho para o cargo de Diretor Comercial e de Marketing. O Gonçalo tem uma vasta experiência profissional que será fundamental para continuar a impulsionar o crescimento da Adico. Estamos confiantes de que a sua liderança e visão estratégica contribuirão significativamente para o sucesso da nossa empresa”.

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Não Alimentar

Digidelta investe 3,4 milhões na fábrica Decal 4.0 em Torres Novas

A empresa portuguesa pretende triplicar a produção de forma sustentável com o foco na expansão para os mercados internacionais. O investimento na fábrica Decal 4.0, com mais de 10.000 m², vai estar concluído até ao final do ano.

A Digidelta vai investir 3,5 milhões de euros na atual fábrica Decal 4.0, em Torres Novas. Este investimento pretende reforçar a capacidade produtiva e eficiência da unidade fabril, incluindo uma nova linha de revestimento de adesivos, automatização completa do embalamento e um armazém automático para produtos semi-acabados. O objetivo da empresa é triplicar a produção de forma sustentável e com elevada qualidade, de forma a responder às necessidades dos clientes a nível global.

“A Digidelta está a aumentar a capacidade de produção através de investimentos significativos em automação e tecnologia avançada. Atualmente, já utilizamos linhas de coating de adesivos UV ecológicos livres de solvente, armazéns automáticos e sistemas de corte e embalamento robotizados.​​​​”, sublinha Rui Leitão, CEO da Digidelta. “Estes investimentos não só aumentam a eficiência, como também vão garantir a qualidade e sustentabilidade dos nossos produtos”, acrescenta.

“A nossa capacidade de inovar e oferecer soluções personalizadas de alta qualidade tem sido um fator chave para este crescimento. Além disso, a expansão internacional e o aumento da procura por produtos sustentáveis também impulsionaram o negócio. Ainda este ano, vamos apresentar uma nova marca com uma gama de materiais auto-adesivos de bio renewable base que minimizam o impacto ambiental, mas sem comprometer a usabilidade e aplicação final​​​​”, refere ainda Rui Leitão.

A Digidelta conta com duas áreas de negócio: a gama própria Decal e a parceria com a Mimaki, uma empresa japonesa de equipamentos para soluções de impressão, na qual a Digidelta é distribuidor exclusivo da marca para a península ibérica.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Bom Petisco continua a apostar na inovação
Alimentar

Bom Petisco com novidade: posta de atum em molho de escabeche

A Bom Petisco acrescenta um novo produto à sua gama de Sabores: Posta de Atum Bom Petisco em molho de Escabeche.

A Bom Petisco acrescenta um novo elemento à sua gama de sabores: posta de atum Bom Petisco em molho de escabeche.

A marca de conservas de peixe sublinha que “após vários meses de pesquisa, em busca dos melhores ingredientes e do melhor sabor, surge o molho de Escabeche, uma das mais antigas e tradicionais técnicas culinárias”. Para a sua elaboração são utilizados um conjunto de ingredientes selecionados, sem aditivos ou conservantes, que juntos formam este delicioso molho, preparado na fábrica da marca, situada em Rabo de Peixe, nos Açores, acrescenta em comunicado.

A gama de sabores Bom Petisco conta, neste momento, com 4 sabores: a novidade posta de atum em molho de escabeche,  em azeite virgem extra e orégãos, em pimenta da terra e ervas finas e em caril.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

Logística

Porto vai receber a XVII Reunião Mundial de Direito Aduaneiro

A cidade do Porto sucede a Berlim, com evento agendado para os dias 4 e 5 de setembro de 2025, no Centro de Congressos da Alfândega.

A Academia Internacional de Direito Aduaneiro (ICLA) escolheu a cidade do Porto como o palco da XVII Reunião Mundial de Direito Aduaneiro, agendada para os dias 4 e 5 de setembro de 2025, no Centro de Congressos da Alfândega.

O encontro vai reunir académicos, investigadores, membros de instituições internacionais, advogados, economistas, despachantes aduaneiros ou representantes das alfândegas, e conta com a Ordem dos Despachantes Oficiais (ODO) e com a SPCA – Sociedade de Advogados como coorganizadores.

Para Andrés Rohde, Presidente da ICLA, associação internacional sem fins lucrativos que se dedica a investigar, publicar, ensinar e promover a prática do Direito Aduaneiro, “as condições atuais do comércio internacional exigem a aplicação de medidas de segurança e de controlo para a proteção dos cidadãos, do bem-estar ambiental e do comércio legítimo, em cuja vigilância as regras aduaneiras assumem uma importância crescente e as alfândegas têm um papel mais importante a desempenhar – questões que serão discutidas na nossa próxima reunião”.

Entidades coorganizadoras destacam magnitude do evento

A assinalar um momento especial na sua história – o 80º aniversário em 2025 -, a ODO e o seu Bastonário, Mário Jorge, destacam essa mesma coincidência: “não poderíamos comemorar melhor, recebendo no nosso país tão prestigiado evento de âmbito mundial – na cidade do Porto e num edifício tão emblemático como o da Alfândega do Porto – Museu dos Transportes, particularmente simbólico para os Despachantes Oficiais”.

Mário Jorge comenta ainda que “a ODO se congratula em associar-se à ICLA, pela importância que o Direito Aduaneiro merece, de imprescindível compreensão na complexa dinâmica do Comércio Internacional”.

Segundo José Rijo, membro da ICLA e Partner da SPCA, “trazer a Portugal um evento da magnitude da Reunião Mundial de Direito Aduaneiro constituirá seguramente uma oportunidade única de privar com os maiores especialistas mundiais neste tipo de matérias relacionadas com o Comércio Internacional”.

Nas palavras do advogado, que é também membro Co-Fundador da GreenLane – The Alliance of European Customs and Trade Law Firms, “a dimensão aduaneira das operações de comércio internacional desempenha um papel crucial no sucesso das empresas. O conhecimento aprofundado dos mecanismos e dos instrumentos aduaneiros reveste-se hoje de capital importância para o incremento da competitividade das empresas que disputam quotas nos mercados globais”.

 

Sobre o autorHipersuper

Hipersuper

PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB
PUB

Navegue

Sobre nós

Grupo Workmedia

Mantenha-se informado

©2024 Hipersuper. Todos os direitos reservados.